segunda-feira, 22 de fevereiro de 2010

Malandro é malandro, mané é mané

Pra começar, afinal de contas que horas são agora... nunca sei quando acaba o horário de verão. Não sei quando atrasa, quando adianta...

Ainda tô meio bêbada! Fato. Sabe quando você acorda com o gosto do cabo do guarda-chuva na boca? Pois é, tô assim e ainda esse cabo foi mergulhado num copo de vódega! Virge maria.

Ontem foi aniver da Nessa, no KO, claro. E eu, malandra que sou, rá! Tive a melhor idéia do mundo, do planeta, do universo: levar uma garrafa de vodka de presente pra ela na balada!!! Ainda estou na economia master, então preciso desses rebolations pra conseguir me divertir gastando menos, sou brasileira, né?

E aí que me fiz de latina! Entrei na maior pilha de gringa e comecei a falar com sotaque espanhol, hahaha! Queria que os seguranças não envocassem com a minha sacola, sei lá. Acho que nos países latinos as pessoas levam presentes, mesmo que a festa seja na balada!!!

A moça da porta perguntou:
- Qual o seu nome?
- Mariélllle
- Mariele?
- Si, Mariéellll.
- Ah, Mariel... pode entrar.

E entrei ainda ouvindo a moça perguntando pra que estava do lado dela: juro que entendi ela dizer Mariele.

Quando cheguei no caixa pra pegar minha comanda, tive que falar em português pra chorar um descontito na entrada, rs. Não ganhei, voltei pra personagem.

Assim que fui entrar o segurança ficou invocado com a minha sacola:
- É uma garrafa?
- Non, és um pressentito!
- Mas é uma garrafa?
- Non, uno pressiente, um tiénis.
- Tá, tá, tá. Entra, entra...

E fiz a alegria da moçada. =)


A primeira foto, quando a gente ainda tava sóbria com o cabelo no lugar. Aniversariante, eu, Johnny Bravo e minha personal motorista.

----

Os gatinhos não foram pro KO. Precisamos descobrir por onde eles andam...

----

O duro que acordei hoje com o telefone tocando. Olhei, meio torta -.O Era meu tio de Curitiba... mas que porra ele tá me ligando hoje? Essa hora? Botei no silencioso e deixei tocar. Tentou de novo, de novo. Aí no meio do meu sono percebi: TAQUEOPARIU, TINHA QUE BUSCAR A VÓ NO AEROPORTO!!! Comecei a retornar a ligação, mas não completava. Já pensando na merda que fiz de novo, além de ter esquecido o niver dela semana passada, esquecer agora que combinei de buscá-la, o tio finalmente atendeu.

Eles ainda iam subir de Santos pra SP. Precisava me arrumar, só que ainda estava bêbada, nauseada e com priri crioulo! A mardita pinga que me atrapaia.

Arranjei forças e fui. A vó estava no seu costumeiro mau humor pós-viagem. Almocei com ela quase nada e vim pra casa jacarezar o domingão inteiro.

Um comentário:

  1. Os gatinhos não foram pro KO. Precisamos descobrir por onde eles andam...

    SIM, POR ONDE ANDAM??? o.O

    ResponderExcluir

Não aceito comentário ANÔNIMO! Identifique-se para não ser deletado. =)
Agradeço seu comentário.

Related Posts with Thumbnails