quinta-feira, 25 de setembro de 2008

A faxineira do mês

Depois de muita procura e indicações achei uma diarista para faxinar em casa. E o nome da danada é Edileusa. Ai meu Deus... sempre quis ter uma empregada chamada Edileusa, rs.



Ela ligou no trampo querendo $80 pilas pra limpar meu apertamento. Ô loco, bitcho! Aí não dá, né?
- Não dá, só tenho quarenta.
- Ah, mas quarenta é muito pouco. Quarenta não dá.
- Mas oitenta é que tá muito.
- Todas faxineiras cobram oitenta.
- Mas eu só tenho pago quarenta!
- Mas e a passagem?
- Pode ser cinqüenta?
- Cinqüenta e a passagi, né?
- Ai, tá bom, tá bom.
- Que horas eu vou.
- Umas nove horas.
- Tá, vou sair daqui umas oito e meia, tá bom?
- Ué, acho que tá.

Às oito e meia do dia seguinte a minha campainha tocou.
- Oi Edileusa.
- Ah, você tava dormindo, é?
- Ah ram.
- Você não disse o apartamento, toquei no 22 e a mulher foi muito simpática, viu? Disse que era no 13. Mas ela não foi mal educada, não.
- É. Você tem medo de gato?
- Não, não tenho, não.
- Bom, você tem que limpar isso, isso, aquilo ali também, esse eu gosto que você limpa assim, bla bla bla.
- Pode deixar, que eu vou lavar tudo. Não vou limpar, vou lavar.
- Tá bom. Vou tomar banho. Cof cof cof. – estou com uma tosse do cão pós-gripe.
- Nossa, você tá com uma tosse horrível. Precisa tomar chá de limão. Você pega o limão corta em cruz e um dente de alho e ferve e toma antes de dormir. E ó, não pode dormir nesse chão frio aqui não.
- Eu não durmo aí, é o meu sofá.
- É mas não pode não.
- Tá bom, vou tomar banho. – a mulher não parava de falar!!!!! Logo cedo me sufocando, hahaha.

Entrei no banheiro e ouvi ela conversando com a Cléo:
- Ai gatinha, mamãe tá com uma tosse, né? Você gosta de limpeza? Eu não gosto de nada sujo, bla bla bla bla... chuáááá (liguei o chuveiro).

Ela ainda conversou um monte de coisas, mas não lembro de tudo porque de manhã eu não funciono muito bem:
- Você mora sozinha, né? É tá certa mesmo. Mas uma moça tão bonita! Meu marido não queria que eu viesse aqui não, disse que não ia anotar recado nenhum. Ele é muito chato. Mas você tá certa, tem seu dinheirinho, seu apartamento. Não tem que depender de homem.
- É, né?
- É sim, ele vive me perturbando. Tenho duas linhas de telefone, uma com ele e outra fixa, tenho internet, mas nem uso. Fui morar com ele porque não podia pagar minhas contas, mas faz 2 anos que só eu boto dinheiro dentro de casa.
- É... conheço bem essa história.
- Olha, gostei muito de você, viu? Você é muito boa. Quando chegar em casa, eu ligo pra você tá? Pra saber dizer que terminei.
- Tá bom, Edileusa. To de saída.
- Tchau, bom serviço.
- Tchau, pra você também.

A mulher não parava de falar!!! Falava comigo, falava com a Cléo.

Umas seis horas da noite ela ligou no telefone do Vini.
- Oi Mariel, já terminei, tá? Depois você vê se ficou do seu gosto. Fiz do meu jeito, mas fiz direitinho. Mas ó, não pode ser só uma vez por mês, não, viu? Não pode deixar sua casa desse jeito.
- Tá bom. Depois te ligo pra dizer se gostei.

Cheguei em casa e estava super bem feitinho. Mas pedi pra ela passar uma cera no chão que acho que precisava polir depois porque tinham muitas pegadas dela e da Cléo pela casa inteira, hahahaha. E eu que não vou passar outro pano pra tirar as pegadas, hahaha. Vou ficar com a Edileusa em casa até a próxima faxina.

O que achei estranho foi a Cléo, tava quieta, amuada, parada na cozinha, me olhava com um ar cansado. Acho que a mulher ficou falando com a Cléo o dia inteiro e ela não está acostumada com falação, deve ter ficado cansada de tanto ouvir. Ela com certeza não aprovou a Edileusa.

Acabou o dia de hoje e ainda não tinha retornado a ligação pra dizer que gostei da faxina. Deu seis horas da noite (de novo), o Vini me grita:
- Mari, a Edileusa. Por que ela liga no meu ramal???
- Ah, sei lá, é doida. Oi Edileusa.
- Oi Mariel, e aí você gostou?
- Gostei sim, ficou ótimo, muito obrigada. Vou te chamar de novo, na próxima vez.
- Escuta, quem é esse moço que atende o telefone?
- Um vozeirão, né?
- Nossa... fala pra ele que tem uma loira dos olhos verdes aqui, hahahaha.
- Hahahaha, vou falar sim. É solteiro, hein Edileusa!
- Nossa, que voz! Olha, gostei muito de você, viu? Pode me chamar, tá? Se você ficar doente, me chama que vou fazer um chá de limão pra você, tá? Você dormiu na sua cama?
- Dormi, claro Edileusa.
- É não dorme no chão frio, viu?
- Tá bom Edileusa, muito obrigada. Tchau.

Um comentário:

Não aceito comentário ANÔNIMO! Identifique-se para não ser deletado. =)
Agradeço seu comentário.

Related Posts with Thumbnails